Sport 100% no Pernambucano

Sport 100% no Pernambucano

0
COMPARTILHAR

Apenas um susto foi sofrido pelo Sport no jogo. Foram minutos após o Serra Talhada diminuir o placar para 2×1, no segundo tempo. Algo apenas para não fugir aos scripts dos últimos jogos da equipe. Mas, na verdade, os rubro-negros fizeram por merecer sair da Ilha do Retiro, ontem, com os três pontos no Campeonato Pernambucano. A liderança na competição foi mantida após a vitória por 4×2 sobre o Serra Talhada. Os gols leoninos foram marcados por Joelinton e Rithelly, no primeiro tempo, além de Durval e Régis, na etapa final. Diogo e João Carlos anotaram os tento dos Lampeões.

Ao contrário dos últimos jogos, nada de vaias para a equipe rubro-negra na descida para os vestiários após o final do primeiro tempo. Não era pra menos. A melhor etapa inicial na temporada foi jogada pelo Sport diante do Serra Talhada. A concorrência – é bem verdade – não era grande. Mas o torcedor leonino pode ver uma equipe diferente na combinação entre o quesito vontade e a vantagem aberta no placar. Em menos de 15 minutos, o marcador já era favorável aos anfitriões, em 2×0. E a satisfação foi sentida das arquibancadas.

Poderia ter sido mais. Não foi por um mero acaso ou falta de sorte. O mesmo não pode ser dito do primeiro gol rubro-negro na partida. Só haviam sido jogados três minutos, quando uma recuada de bola da equipe do Serra Talhada culminou com a falha do goleiro Gleibson, que na hora de dominar deixou a meta de presente para Joelinton. E mansamente primeiro tento do Sport foi convertido.

Mais 11 minutos foram jogados até o segundo gol. A cobrança de falta de Danilo encontrou o volante Rithelly, que teve todo cuidado para tirar completamente do goleiro Gleibson e, lentamente, o 2×0 foi construído no placar. E se em outras partidas o Sport apresentava apatia sem que o marcador tivesse sido alterado, neste domingo, mesmo com a vantagem, o Leão não deixou de buscar o gol. Oportunidades surgiram para Diego Souza e Mike, melhor do jogo na etapa inicial, e não foram aproveitadas.

A mesma vontade foi apresentada pelo Sport já no início da etapa final. Com uma diferença: dessa vez o Leão passou a marcar no campo de defesa do Serra Talhada. A postura deu certo até os 13 minutos, quando o meia Diogo puxou um contra-ataque tabelou e recebeu de volta para vencer Magrão. Eduardo Baptista, então, resolveu mexer na equipe. Diego Souza e Danilo saíram para as entradas de Felipe Azevedo e Régis. Os atletas sacados foram vaiados pela torcida.

Antes que a partida ganhasse ares apreensivos, o Sport chegou ao terceiro gol na partida. Aos 25 minutos, o meia Régis cobrou falta e encontrou o zagueiro Durval, que só precisou empurrar a bola para as redes do Serra Talhada. Dez minutos depois, Régis de pênalti aumentou a vantagem leonina. O Serra Talhada ainda encontrou tempo de diminuir o marcador aos 43, em cobrança de falta de João Carlos. 4×2 e fim de papo na Ilha do Retiro.

FICHA DE JOGO

SPORT 4×2 SERRA TALHADA

SPORT

Magrão; Vitor, Oswaldo, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Danilo (Felipe Azevedo), Diego Souza (Régis) e Mike (Élber); Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista

SERRA TALHADA

Gleibson; João Carlos, Jonny, Alisson e Rafinha (Marcos Vinícius); Luciano Totó, Diogo, Ramon (Vanderson) e Paulinho Mossoró; Bebeto (Pedro Maycon) e Junior Juazeiro. Técnico: Cícero Monteiro

Local: Estádio da Ilha do Retiro, Recife.
Horário: 16h.
Árbitro: Anderson Costa de Freitas.
Assistentes: Clóvis Amaral e Fernanda Colombo.
Gols: Joelinton (aos 3 do 1ºT), Rithelly (aos 14 do 1ºT); Diogo (aos 13 do 2ºT); Durval (aos 25 do 2ºT); Régis (aos 35 do 2ºT); João Carlos (aos 43 do 2ºT)
Cartões amarelos: João Carlos, Jonny, Alisson (Serra Talhada); Élber (Sport)
Público: 9068
Renda: R$ 134.230,00.

Da redação do blog do edy.com.br

Anderson
JK Pneus
Neto Móveis

DEIXE UMA RESPOSTA

19 − 11 =