Auto Escola Araripe
Neto Móveis
Casa da Construção
Home Blog Página 933

Mais de 15 mil policiais serão mobilizados para garantir segurança durante as eleições

0

O esquema de segurança para as eleições de domingo (5) contará com 15.112 policiais civis e militares em todo o Estado. O reforço começará às 6h, seguindo até uma hora após o término da apuração dos votos. A operação também contará com profissionais do Corpo de Bombeiros e da Polícia Científica. O esquema foi divulgado em entrevista coletiva realizada no prédio do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), nesta quinta-feira (2).

A central também deve reunir representantes da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), do Grande Recife Consórcio de Transporte, da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), da Guarda Municipal do Recife, da CBTU/Metrorec, dos Ministérios Público Federal (MPF) e Estadual (MPPE), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) e das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF). Será a primeira vez que o modelo integrado, semelhante ao utilizado na Copa do Mundo em Pernambuco, será utilizado no processo eleitoral.

Ao todo, 13.642 policiais militares serão lançados para garantir a segurança, o que representa 80% do efetivo, a partir desta sexta-feira (3). Na Região Metropolitana do Recife (RMR), atuarão cerca de 6,6 mil PMs. No Interior, esse número será de quase sete mil. Já o efetivo de policiais civis empregados será de 1.470, sendo 401 na RMR e 1.069 no Interior do Estado. O investimento total na Operação Eleições, especialmente no pagamento de diárias dos profissionais, será de R$ 1,5 milhão.

As pessoas envolvidas no esquema vão atuar na segurança das urnas e dos locais de votação, além de dar apoio aos juízes eleitorais. Dois helicópteros também serão usados na operação.

Bebidas alcoólicas
A Secretaria de Defesa Social (SDS), responsável pela divulgação das informações, também explicou que a liberação da venda e do consumo de bebidas alcoólicas no próximo domingo (5) ocorreu para que as forças de segurança possam atuar com foco no processo eleitoral em si. O secretário Alessandro Carvalho argumentou que, em outros pleitos, a preocupação em garantir a proibição da comercialização e da compra era uma tarefa a mais para os profissionais envolvidos na operação. No entanto, quem atrapalhar o processo de votação, inclusive por estar embriagado, poderá ser detido.

Da redação/Folha-PE

Souza Cobranca
Anderson

NOVO PARCEIRO DO BLOG

0

Quem anuncia vende! Essa é uma máxima dos publicitários que levam aos empresários a divulgarem sua marca e seus produtos.

Anunciar em um veículo que trabalha com respeito às pessoas buscando sempre a verdade dos fatos sem omitir nenhuma informação assegurada na liberdade de expressão e de imprensa, as parcerias tendem a dar muito certo.

Sou grato as Óticas Canaã que inicia parceria com este veículo.

Conheça o empreendimento:

LOJA

SAM_4348

ÓCULOS DE SOL E ESPORTIVOS DE VÁRIAS MARCAS E MODELOS

SAM_4349

SAM_4350 SAM_4351 SAM_4352

Comodidade, segurança no serviço e garantia nos produtos. Venha conhecer a ótica mais charmosa da cidade . A Ótica Canaã fica localizada a Av. presidente Kennedy centro Ouricuri próximo à Delegacia.

Marque a sua consulta!

Por Edy Vieira.

Da redação do Blog do edy.com.br

 

 

Souza Cobranca
Anderson

Eleições 2014: Dilma e Marina trocam farpas ao final do tempo previsto

0

No segundo bloco, as candidatas do PT, Dilma Rousseff, e do PSB, Marina Silva, trocaram farpas apesar da advertência do mediador William Bonner, após o tempo previsto para o embate entre as duas já ter se esgotado. Na discussão, antes dos microfones serem cortados, Marina disse que Dilma tinha um jeito um tanto atrapalhado de falar as coisas.

Antes dessa discussão, Marina questionou a petista sobre o fato de ela não ter entregue o programa de governo e não ter cumprido seus compromissos de campanha feitos em 2010. “Eu cumpri todos os meus compromissos, hoje o Brasil pratica a menor taxa de juros de toda a sua história, demos autonomia para as investigações”, rebateu Dilma. E levantou dúvidas sobre a capacidade da adversária do PSB governar o País. “Quem pode achar que farão melhor se nunca construíram um programa social, como o PT.”

Na réplica, a candidata do PSB ironizou, dizendo que houve uma “demissão premiada” de Paulo Roberto Costa. E Dilma atacou: “O seu diretor, nomeado por você, de fiscalização do Ibama, foi afastado pelo meu governo por desvio de recursos. E nem por isso eu saio por aí dizendo que você sabia da corrupção. Sejamos honestas.”

Antes do embate entre as duas, o candidato do PRTB, Levy Fidelix indagou o Pastor Everaldo (PSC) sobre a questão de segurança pública. “Hoje o bandido está solto nas ruas e o cidadão de bem está preso dentro de sua casa”, disse Everaldo, destacando que sua coligação propôs a criação do Ministério da Segurança Pública para coibir, dentre outras coisas, as drogas que afetam os jovens do País. Estamos querendo reequipar, reaparelhar e sincronizar toda a polícia do Brasil”, reiterou.

Em réplica, Fidelix afirmou: “O nosso governo está engavetando o reajuste do exército, marinha e aeronáutica. Eles não fazem nada a não ser dar dinheiro a quem não precisa, principalmente os cubanos”. “O PSC tem lutado para colocar em votação a PEC 300, que estabelece a dignidade salarial do policial. Infelizmente o governo não deixa votar”, finalizou Everaldo.

Da redação

Souza Cobranca
Anderson

ELEIÇÃO: Paulo Câmara diz que será difícil governar sem Eduardo

0

Pela primeira vez desde a morte do ex-governador Eduardo Campos, o candidato ao governo do Estado pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), falou sobre as dificuldades que poderá enfrentar caso seja eleito governador de Pernambuco. Sem histórico em disputas eleitorais e com o perfil técnico, o socialista admitiu, na quinta-feira (2), que será difícil administrar o Estado sem a presença do seu principal líder político, que morreu num acidente aéreo no dia 13 de agosto. Paulo, no entanto, afastou a tese de que seu crescimento nas pesquisas eleitorais se deu em virtude da morte de Eduardo.

“A gente vai ganhar as eleições porque o povo quer continuar o trabalho que Eduardo deu início. Eu fico muito triste de ser governador de Pernambuco e não ter Eduardo ao meu lado. Queria muito ser governador com Eduardo na Presidência da República. Vai ser muito difícil governar Pernambuco sem tê-lo ao meu lado”, afirmou, logo após o último ato de campanha da Frente Popular, realizado no início da noite de quinta (2), no Centro do Recife.

O principal questionamento da oposição, liderada pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB), é a liderança política que Paulo irá exercer no Estado caso seja eleito.

Questionado sobre que tipo de dificuldades terá, Paulo não especificou, se administrativa ou política. Disse apenas que terá que “se preparar” para esta nova fase, já prevendo a vitória no próximo dia 5 de outubro. O candidato disse ainda que irá honrar com todos os compromissos firmados pelo ex-governador.

No último ato de campanha, a chapa majoritária saiu em caminhada da Praça Maciel Pinheiro para a Praça da Independência, passando rapidamente pelas ruas centrais, cumprimentando a população apenas com acenos. O formato do foi o do arrastão, quando os candidatos e a militância fazem o percurso em ritmo acelerado. O ponto forte do ato foi o comício, no final.

Além da chapa, a ex-primeira-dama Renata Campos e os filhos João, Pedro e Maria Eduarda participaram do ato, que teve ainda a presença do governador João Lyra Neto e do prefeito do Recife, Geraldo Julio, ambos do PSB.

Paulo pediu reforço da militância e aliados na reta final da campanha. “Continuemos na luta política, pedindo voto, pedindo para que Pernambuco continue no rumo certo, no caminho de transformações, os sonhos e ideais de Eduardo são meus sonhos, mas sei que são seus ideais também”, disse.

Da redação/Jc

Souza Cobranca
Anderson

TSE: Eleitor poderá acompanhar apuração de votos por tablets e smartphones

0

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou uma novidade para as eleições deste ano. Trata-se do aplicativo Apuração 2014. Com ele, o eleitor poderá acompanhar a apuração dos votos de todo o país utilizando dispositivo móvel (tablets e smartphones). O aplicativo permite a visualização dos votos computados para cada candidato e indica os eleitos e os que foram ao segundo turno.

O Apuração 2014 também permite que o usuário selecione um candidato específico e acompanhe seu desempenho nas urnas. Além disso, é possível acompanhar a apuração dos votos em todo o país, ou por estado, com resultados atualizados automaticamente. Todos os cargos – presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital – são consultáveis. O aplicativo é gratuito e está disponível nas lojas virtuais Google Play e iOS App Store, para sistemas operacionais Android e IOS, respectivamente.

O Apuração 2014 aparece como mais uma opção de acompanhamento da apuração. O TSE já havia disponibilizado em eleições anteriores os sistemas Divulga e DivulgaWeb. O Divulga apresenta um grande leque de informações sobre a apuração, onde é possível, dentre outros recursos, selecionar quantos votos determinado candidato à Presidência da República está obtendo em um estado específico, bem como consultar apenas os votos realizados em trânsito e no exterior. O Divulga requer download do programa em um desktop (computador de mesa). O download pode ser feito no site do TSE.

O DivulgaWeb traz um leque menor de opções de consulta, mas não requer download, sendo utilizado diretamente do site do tribunal. Com ele, é possível visualizar os dados por meio da consulta de votação nominal, pois apresenta o quantitativo de votos totalizados para cada candidato e a indicação dos eleitos ou dos que foram para segundo turno.

Da redação/JC

Souza Cobranca
Anderson

Armando: “Esse alinhamento com Dilma é importante para Pernambuco avançar”

0

No município de Salgueiro, no Sertão Central, o candidato Armando Monteiro (PTB) destacou que a parceria de seu governo com o da presidente Dilma Rousseff vai ser fundamental para que o Estado possa avançar ainda mais. Como exemplo desse alinhamento, o petebista garantiu que vai tirar do papel a Plataforma Logística Multimodal da ferrovia Transnordestina, empreendimento que corta a cidade. Essa obra, executada pela União, vai ser importante para dinamizar a matriz econômica da região.

“Dilma vai ser reeleita porque essa é a vontade do povo. O povo de Pernambuco sabe que o palanque que se vincula ao de Dilma é o nosso. E esse alinhamento de Dilma, Armando e João Paulo é muito importante para que Pernambuco possa avançar”, sublinhou o petebista, em um grande comício. Antes, ao lado do candidato a senador João Paulo (PT), do senador Humberto Costa (PT) e lideranças locais, o postulante a governador liderou uma grande carreata, que mobilizou mais de 3 mil veículos, entre motos e carros.

O candidato a governador frisou que o povo pernambucano não pode colocar em risco a continuidade do desenvolvimento fazendo experimentalismo nesta eleição. O petebista questionou a liderança política que seu principal adversário diz possuir para conduzir os caminhos de Pernambuco pelos próximos anos. “Se eleito, ele seria orientado pelo ex-governador Eduardo Campos. Mas como o líder maior deles já não está mais entre nós, como fica a figura dele?”, indagou Armando, acrescentando: “O povo não pode fazer uma aposta de risco”.

No palanque, o candidato ao Senado João Paulo destacou que um segundo governo da presidente vai fazer com que Brasil expanda seu crescimento. “Todos nós sabemos que Pernambuco e o Nordeste mudaram com Dilma e Lula. Por isso, é importante mantermos essa parceria”.

O senador Humberto Costa enfatizou que vai ajudar a Armando Monteiro a trazer a plataforma multimodal para Pernambuco. “Vou fazer uma articulação com o governo Dilma para que essa obra aconteça”, afirmou. O projeto representa um marco na economia do Sertão Central.  O empreendimento vai abrigar várias operadoras logísticas e contará com uma central de cargas rodoviárias e comercial, terminal ferroviário de cargas, centro administrativo e, futuramente, um terminal aéreo de cargas.

NO RECIFE – Pela manhã, Armando participou de outra carreata, desta vez em bairros da Zona Oeste do Recife. Além de João Paulo, estiveram presentes o candidato a vice, Paulo Rubem Santiago (PDT), e o senador Humberto Costa (PT). A carreata teve início na Avenida General San Martin, no bairro de San Martin, e passou ainda por Mangueira, Mustardinha e Bongi. Por onde passou, Armando respondeu aos acenos da população, cumprimentou os moradores e foi aclamado como futuro governador de Pernambuco.

Da redação/ASCOM

Souza Cobranca
Anderson

Vereadores aprovam projeto que regulamenta serviço de moto taxi no município.

0

pauta para votação o projeto de lei nº 021/2014 oriundo do Poder Executivo que trata da regulamentação do serviço de moto táxi, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores da Casa Rodrigo Castor em Sessão Extraordinária.

SAM_4267

Depois de aprovada a lei pela câmara de vereadores agora segue para sanção do Prefeito, institui além da regulamentação do moto táxi, que ficará a cargo do departamento de transporte de passageiros o gerenciamento, fiscalização e operacionalização deste sistema de transporte individual de passageiros.

O presidente do Sindicato da categoria o senhor Roberto usando a tribuna da casa agradeceu aos vereadores pela preocupação e empenho.

ASCOM

Souza Cobranca
Anderson

Armando, João Paulo, Dilma e Lula convocam Pernambuco a ir mais longe

0

Para as novas conquistas é preciso ter experiência, respeito nacional e compromissos com Pernambuco. É dessa forma que o candidato a governador, Armando Monteiro (PTB), apresenta o último guia eleitoral na TV, exibido na noite desta quarta-feira (1º). O ex-presidente Lula e a presidenta Dilma também são destaques no programa de hoje, dando importância essencial à parceria entre o Governo Estadual e o Governo Federal, para melhorar a vida do povo pernambucano.

Para Armando Monteiro, o aprendizado na vida vem através de um conjunto de experiências que a vida proporciona. “Andei em todos os recantos desse Estado. Aprendi ouvindo e dialogando. Conhecendo em cada microregião de Pernambuco, os seus problemas e seus desafios. Mas acho que nesse momento reúno mais experiência, adquirida na direção de importantes entidades empresariais”, ressalta o petebista, que esteve a frente da CNI, do Senai, do Sesi e do Sebrae. “Com a experiência que quatro mandatos parlamentares me proporcionaram, temos condições de fazer uma articulação para fora de Pernambuco. Com os poderes da República, com a comunidade empresarial do país e somar tudo isso, em favor do nosso Estado”, completa Armando.

Voto fechado
O último guia eleitoral também destacou a importância do voto fechado, para que Pernambuco tenha mais quatro anos de investimentos, mais emprego e mais progresso. “Nós precisamos reeleger Dilma, pra continuarmos a manter esse alinhamento que tem feito tanto bem a Pernambuco. Porque João Paulo no Senado fortalece esse conjunto político. Ajudando os projetos de interesse de Pernambuco. Vamos votar fechado. Dilma, Armando e João Paulo. Para construir um amanhã melhor para Pernambuco”, salienta Armando Monteiro. “Dilma tem um conhecimento dos problemas de Pernambuco. Ela tem compromissos com uma série de projetos para Pernambuco. Nós vamos manter essa parceria que fez tanto bem a Pernambuco e que será fundamental para que os pernambucanos celebrem novas conquistas nos próximos anos”, acrescenta.

“No que depender do meu apoio, Armando vai governar para fazer Pernambuco ir cada vez mais longe. Dia 5 de outubro, conto com seu voto no 13, para presidente. E no 14, para Armando Monteiro governador”, declara a presidenta Dilma Rousseff.

Em seu depoimento, o ex-presidente Lula consolida a importância de se eleger um governador alinhado a Dilma e. que tenha um canal direto de diálogo com ela e possa fortalecer, ainda mais, a parceria com o Governo Federal. “Eu tenho uma extraordinária relação com Armando Monteiro, pelo apoio que ele me deu quando era o principal líder empresarial do Brasil e eu presidente da República. Nessas eleições, eu estou pedindo o voto de vocês para Armando governador. Armando é o mais preparado para enfrentar os enormes desafios que o novo ciclo de desenvolvimento de Pernambuco exigirá nos próximos anos”, convoca.

Da redação/ASCOM

Souza Cobranca
Anderson