Home Notícias Homem é preso em Olinda com R$ 2.500 em notas falsas

Homem é preso em Olinda com R$ 2.500 em notas falsas

0

O entregador de refeições Pedro Henrique Tavares de Oliveira, de 21 anos, foi preso na madrugada deste sábado (15) na orla de Casa Caiada, em Olinda, com R$ 2500,00 em notas falsas de R$ 50 e R$ 100. Ele foi abordado por uma equipe do 1º Batalhão de Polícia Militar (PM), que realizava uma ronda de rotina no bairro.

De acordo com a PM, tudo teve início com a detenção de algumas pessoas no calçadão por portar uma pequena quantidade de maconha. Após serem encaminhadas à Delegacia de Casa Caiada, os policiais constataram que um destes detidos estava com quatro notas falsas de R$ 50. Ele disse não saber que as mesmas eram cópias e que as havia recebido de um conhecido (Pedro Henrique) que, até então, não havia sido preso e para quem havia acabado de vender um aparelho celular.

O detido que estava com as notas falsas então, sob orientação policial, telefonou para Pedro Henrique e marcou um encontro com o mesmo em um posto de combustíveis no bairro de Jardim Atlântico, também em Olinda. Pedro foi preso assim que chegou ao local e com ele foram apreendidas outras cinco notas falsa de R$ 50. Os policiais seguiram até sua residência e encontraram mais 23 notas falsas de R$ 50 e outras sete de R$ 100, totalizando R$ 2500 em cédulas falsas. Ele foi levado em flagrante e encaminhado à Superintendência da Polícia Federal (PF) em Recife e seguiu para o Centro de Triagem e Observação Professor Everardo Luna, onde ficará à disposição da Justiça Federal e poderá permanecer preso por até 12 anos.

Interrogado, Pedro Henrique disse ter comprado as cédulas falsas através do Facebook, e pelas quais teria pago R$ 1 para cada R$ 3 falsos. Segundo o acusado, ele teria depositado R$1000 no último dia 4 de novembro e recebido as notas falsas no dia 8.

Esta é a quinta apreensão de notas falsas no ano de 2014 e que já totaliza a apreensão de R$ 9.805 (nove mil oitocentos e cinco) reais com a prisão de cinco pessoas. Em 2013 foram apreendidos R$ 11.441 (onze mil quatrocentos e quarenta e um) reais com a prisão de onze pessoas, dez homens e uma mulher.

A maior apreensão realizada pela Polícia Federal no Estado de Pernambuco aconteceu no dia 14 de setembro de 2009, através da “Operação Contenção”, realizada nas cidades de Canhotinho, Agrestina e Caruaru, quando foram presas quatro pessoas e apreendidos R$ 44.900 (quarenta e quatro mil e novecentos) reais em notas falsas. A PF alerta que é importante redobrar a segurança principalmente quando se aproximam festas tais como Natal, Ano Novo, Carnaval e São João, bem como nas proximidades de casas noturnas, onde existem grandes aglomerações e o comércio encontra-se superaquecido.

Confira as orientações da Polícia Federal nos cuidados com dinheiro falso:

1.NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa do comerciante para atender um maior número de clientes faz com que ele não tome o devido cuidado em verificar a nota que está recebendo.

2. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as notas verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança que pode ser percebido pelo tato.

3. VERIFIQUE A MARCA DÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ.

4. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTA – Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.

5. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA.

Da redação

Souza Cobranca
Anderson

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − 7 =