Sport luta até o fim, mas perde invencibilidade

Sport luta até o fim, mas perde invencibilidade

0
COMPARTILHAR

Foi eterno enquanto durou, mas 18 jogos depois caiu a invencibilidade do Sport no Brasileirão da Série A. Em jogo equilibrado ontem, o Leão acabou derrotado pelo Atlético Mineiro, por 2×1, num Mineirão quase cheio, com cerca de 50 mil torcedores, e perdeu a chance de recuperar a liderança da competição. Com a vitória, o Galo assumiu a ponta isolada, com 26 pontos ganhos, com os leoninos se mantendo na terceira colocação, mas podendo perder um posto hoje, caso o Corinthians vença o Atlético Paranaense. Após perder a primeira, resta os pernambucanos buscam a reabilitação no domingo, contra o Palmeiras, na Arena Pernambuco.

A maturidade dos rubro-negros foi posta à prova no primeiro tempo. E o resultado foi bastante satisfatório. Mesmo com o estádio cheio de torcedores atleticanos, os visitantes conseguiram impor o seu ritmo de jogo. Optando por Samuel no lugar de André, Eduardo Baptista optou por manter a mesma formação no meio de campo. A decisão foi acertada, com um meio de campo mais entrosado e compacto. Para não se intimidar, a ordem era começar marcando no campo de ataque, o que rendeu poucos sustos na defesa e alguns bons lances no ataque, mas nenhuma chance clara. Aos 46 minutos, após escanteio batido, Leonardo Silva desviou de cabeça e Thiago Ribeiro, em posição de impedimento, completou para o gol. .

A escassez de chances de gol causou estranheza, afinal, os dois melhores ataques da Série A estavam em campo. E não demorou para esse panorama mudar. Com apenas um minuto do segundo tempo, o Sport perdeu bola boba no ataque e o Galo desceu em contra-ataque mortal, com Lucas Pratto abrindo o placar. Festa no Mineirão e abatimento dos pernambucanos, certo? Errado. A maturidade mostrada na primeira etapa foi mais uma vez utilizada neste momento. E o gol de empate não demorou. Aos três minutos, Diego Souza cobrou falta na área e o zagueiro Matheus Ferraz surgiu por trás para escorar de cabeça, calando os atleticanos: 1×1.

Com o jogo em aberto, a velocidade aumentou e qualquer cochilo poderia ser fatal. E ele veio aos oito minutos, por parte dos leoninos. Em bola recebida na entrada da área, ninguém deu o bote e Giovanni Augusto teve tempo de dominar, olhar o goleiro e mandar um lindo chute de fora da área, marcando um golaço: 2×1. A festa alvinegra voltou a reinar no Mineirão. Desta vez, o gol abateu e acuou um pouco o Sport. Aos 13 e 15 Danilo Fernandes salvou em duas grandes defesas. Nos 15 minutos finais, o Leão saiu mais e lutou, mas não conseguiu o empate. Fim da invencibilidade.

Da Redação do Blog do Edy Vieira/Blog de Primeira

Anderson
Neto Móveis

DEIXE UMA RESPOSTA

dezenove + dezenove =