Brasileiro deve estar atento aos reflexos do horário de verão no organismo

Brasileiro deve estar atento aos reflexos do horário de verão no organismo

0
COMPARTILHAR

Os brasileiros de dez estados e o Distrito Federal terão que se adaptar a uma nova rotina a partir da zero hora deste domingo, dia 4 de novembro, pois é quando começa o horário de verão.

Os moradores da capital do país, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo terão que adiantar os relógios em uma hora. Mas o novo horário não agrada muito as pessoas.

O horário de verão deste ano vai até a meia-noite do dia 15 de fevereiro. Por mais de 100 dias, milhões de pessoas vão acordar com o dia ainda escuro, fazer as refeições em horários diferentes e dormir mais tarde.

Isso tudo provoca uma bagunça no organismo, pois mexe com nossos ciclos biológicos que são regulados pela luz, assim como com a glândula pineal, localizada no cérebro, que regula o sono. O clínico-geral, Marcos Rodrigues, detalha o que ocorre com o organismo.

Não tem jeito, o organismo realmente fica desregulado nos primeiros dias do horário de verão até se adaptar à nova rotina de luz. Então, o que fazer para se acostumar mais rápido? Marcos Rodrigues dá as dicas.

Depois de se acostumar ao horário de verão é possível ver o lado positivo. Durante mais de três meses, você terá um dia com luz por mais tempo e poderá fazer atividades físicas, levar o cachorro para passear, ir à praia e namorar ao ar livre. (EBC)

Energia Solar
Requinte
Neto Móveis
Vet Clinica

DEIXE UMA RESPOSTA

quinze − 8 =